Azul é a Cor Mais Quente – Opinião

Azul é a Cor Mais Quente – Julie Maroh

azul-c3a9-a-cor-mais-quente-1

Título original: Le Bleu est une Couleur Chaude

Autor: Julie Maroh

Editora: Martins Fontes

Publicação: 2013

Número de páginas: 158

A minha classificação: 15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n

Sinopse: “O livro conta a história de Clementine, uma jovem de 15 anos que descobre o amor ao conhecer Emma, uma garota de cabelos azuis. Através de textos do diário de Clementine, o leitor acompanha o primeiro encontro das duas e caminha entre as descobertas, tristezas e maravilhas que essa relação pode trazer. A novela gráfica foi lançada na França em 2010, já tem diversas versões, incluindo para o inglês, espanhol, alemão, italiano e holandês, e ganhou, em 2011, o Prêmio de Público do Festival Internacional de Angoulême. Em tempos de luta por direitos e de novas questões políticas, AZUL é a COR MAIS QUENTE surge para mostrar o lado poético e universal do amor, sem apontar regras ou gêneros.”

Opinião:

Quis ler este livro porque li uma opinião no Goodreads que afirmava que o livro era ótimo. Eu já tinha visto o filme e odiado e pensei que o livro podia estar melhor, então como é um graphic novel não pedi tempo e li-o em apenas umas horas.

Sim, o livro é sem dúvida melhor que o filme porém não o suficiente, achei que a história podia ser muito melhor construída ainda que não fosse exageradamente lento como o filme, pelo menos aqui estava sempre alguma coisa a acontecer.

Não achei que elas tivessem a melhor das relações e as personagens não são muito cativantes, o livro em si tinha muitos problemas, não cheguei a envolver-me na história ou sequer a preocupar-me com os personagens.

O final foi bastante triste o que no filme, é completamente diferente e fiquei bastante surpreendida quando vi este final, o que na minha opinião foi melhor.

Em suma, diria que é um livro que podia ser muito melhor e que infelizmente, me foi um tanto indiferente.

Por Um Fio – Opinião

Por Um Fio – Rainbow Rowell

 

Capturarr

Título original: Landline

Autor: Rainbow Rowell

Editora: Edições Chá das Cinco

Publicação: 10-2016

Número de páginas: 320

A minha classificação: 15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n

Sinopse: “Georgie McCool sabe que o seu casamento está por um fio. Ela ainda ama o marido, Neal, e o marido ainda a ama a ela – mas a química desapareceu. Dois dias antes de visitarem a família de Neal, Georgie informa-o de que não irá com ele. Ela é argumentista de televisão e o seu emprego exige a sua presença. Sabe que Neal irá ficar chateado mas nunca pensou que ele fizesse as malas e partisse sem ela. Atormentada pela sua decisão, Georgie pensa que deitou tudo a perder. Até que descobre uma forma de comunicar com a versão mais nova do marido… no passado.

Não sendo exatamente uma viagem no tempo, Georgie sente que recebeu uma nova oportunidade de salvar o seu casamento ainda antes de ele começar. Mas será que é isso que ela realmente quer?”

Opinião:  [Esta opinião contem spoilers]

Nem sei bem como começar esta opinião uma vez que tenho uma enorme mistura de sentimentos em relação a este livro.

Até agora foi o livro que menos gostei da Rainbow Rowell, não considerei um livro mau, porém também não foi nada de especial. Sabia que segundo muita gente este era o pior livro dela mas mesmo assim, não sei porquê estava à espera de mais uma vez que é a minha escritora favorita e já li trabalhos excelentes dela.

Ao início estava bastante confusa quando a Georgie começou a fazer os tais telefonemas mas com o tempo fui entendendo. Por vezes achei a Georgie um bocado entediante e não desenvolvi o maior gosto pelo Neal, acho que a Rainbow poderia ter feito muito mais com estes personagens do que realmente fez.

Tirando isso o final deixou-me ainda mais confusa do que já estava, por momentos pensei que o Neal tivesse a fazer algum tipo de brincadeira mas com aquele final não sabia bem o que pensar pois era suposto ser contemporary e não fantasia (ou então ela tinha mesmo problemas mentais).

Com isto posso dizer que este livro é muito fácil e rápido de ler mas que não me mostrou nada de espectacular.

Peter Pan – Opinião

Peter Pan – J. M. Barrie

16101115

Título original: Peter Pan

Autor: J. M. Barrie

Editora:  Penguin Books Ltd

Publicação: 07-2015

Número de páginas: 224

A minha classificação: 15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n

Sinopse: “One starry night, Peter Pan and Tinker Bell lead the three Darling children over the rooftops of London and away to Neverland – the island where lost boys play, mermaids splash and fairies make mischief. But a villainous-looking gang of pirates lurk in the docks, led by the terrifying Captain James Hook. Magic and excitement are in the air, but if Captain Hook has his way, before long, someone will be walking the plank and swimming with the crocodiles…”

Opinião: 

Como sendo um dos meus contos de fadas favoritos não pude de deixar de pegar neste livro. Sempre foi um dos meus filmes favoritos da Disney então sempre tive em menter ler o conto original.

Adorei o livro, notei que em parte, a Disney foi muito fiel ao conto original. Foi uma

14aa4b9c9f0ea14fa5060c4f52ed0a87

viagem mágica ler este livro e aprofundar certos aspectos que não podíamos ver no filme de animação. Algo que pessoalmente não gostei muito e não estava à espera foi a personalidade do Peter, ao início mostrou-se muito convencido, em certas alturas era impossível não me irritar com o personagem, mas felizmente ao longo do livro foi melhorando.

Recomendo este livro a toda gente, é um livro que nos faz reviver a nossa infância e nos faz sentir ainda como se fossemos uma criança, quase como se o livro fosse a própria Terra do Nunca, um sítio que sem dúvida daria tudo para visitar.

 

A Bela e o Monstro (Novelization) – Opinião

A Bela e o Monstro – Elizabeth Rudnick

34308126Título original: Beauty and the Beast

Autor: Elizabeth Rudnick

Editora: Dom Quixote

Publicação: 02-2017

Número de páginas: 208

A minha classificação: 15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n

Sinopse: “Um conto tão antigo como o tempo…
Bela quer mais da vida do que a pequena aldeia de Villeneuve tem para oferecer. É uma rapariga diferente das outras pessoas, com as suas próprias ideias, muito independente e cheia de força de vontade, além de adorar livros. Anseia por viagens e aventuras, por uma vida tão emocionante como as histórias que lê.

No entanto, quando o seu querido pai é feito prisioneiro por um monstro, num castelo encantado, o caminho de Bela muda para sempre. Pondo em risco a sua liberdade e o seu futuro, toma o lugar do pai no seu sequestro, com a secreta promessa de fugir.

Mas, quanto mais vai sabendo sobre o monstro e o castelo misterioso, mais Bela se apercebe que talvez a história dele — tal como a sua — seja mais importante do que alguma vez poderia ter imaginado.”

Opinião:

Como sendo um dos meus contos de fadas favoritos não podia deixar passar esta leitura

160d80e9d2a1bb4779e46a323e6788c6

ao lado. Li este livro antes do filme sair (sim, sei que a opinião está mais que atrasada) e depois de ver o filme vi que praticamente não existe diferença entre o filme e o livro, o que é ótimo, ainda que houvessem algumas mudanças em relação ao filme animado da Disney, o que para mim não fez muita diferença.

De certo modo achei as mudanças uma mais-valia devido ao facto de que explorava mais aspectos que não podemos ver no filme original da Disney, como por exemplo soubemos

mais sobre a mãe da Bela e vimos o interesse e a curiosidade da Bela pela maldição do Monstro.

Gostei imenso do livro, foi uma leitura mágica, foi bom ler um conto que marcou a minha infância e a de muita gente.

Cinder – Opinião

Cinder – Marissa Meyer

CapturarTítulo original: Cinder

Autor: Marissa Meyer

Editora: Editorial Planeta

Publicação: 10-2012

Número de páginas: 318

A minha classificação: 15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n

Sinopse: “Com dezasseis anos, Cinder é considerada pela sociedade como um erro tecnológico. Para a madrasta, é um fardo. No entanto, ser cyborg também tem algumas vantagens: as suas ligações cerebrais conferem-lhe uma prodigiosa capacidade para reparar aparelhos (autómatos, planadores, as suas partes defeituosas) e fazem dela a melhor especialista em mecânica de Nova Pequim. É esta reputação que leva o príncipe Kai a abordá-la na oficina onde trabalha, para que lhe repare um andróide antes do baile anual.

Em tom de gracejo, o príncipe diz tratar-se de «um caso de segurança nacional», mas Cinder desconfia que o assunto é mais sério do que dá a entender.

Ansiosa por impressionar o príncipe, as intenções de Cinder são transtornadas quando a irmã mais nova, e sua única amiga humana, é contagiada pela peste fatal que há uma década devasta a Terra. A madrasta de Cinder atribui-lhe a culpa da doença da filha e oferece o corpo da enteada como cobaia para as investigações clínicas relacionadas com a praga, uma «honra» à qual ninguém até então sobreviveu. Mas os cientistas não tardam a descobrir que a nova cobaia apresenta características que a tornam única. Uma particularidade pela qual há quem esteja disposto a matar.”

Opinião: 

Aproveitei as férias do Carnaval para ler este livro com a minha melhor amiga uma vez que estávamos ambas tão entusiasmadas para o ler.

E devo dizer, foi o primeiro reconto que li e adorei, estava um pouco duvidosa se iria gostar ou não porque não costumo gostar de mundos demasiado futuristas, contudo estava entusiasmada ao mesmo tempo porque sempre gostei de contos de fadas.

Não me arrependi nem um bocadinho!

Ao longo da história o livro foi-se tornando muito previsível, mas não deixou nem por d779998fcd54b3e26ef75ed1f0b7246aum segundo de ser fantástico. Notava-se em certos aspetos que era um reconto da Cinderela, como por exemplo a madrasta malvada e as meias irmãs, o baile, etc. Mas a história não se focava apenas na maldade da madrasta e no baile o que foi ótimo, havia sempre muito mais a acontecer. A escritora também melhorou o aspeto do ódio da madrasta, ao contrário do conto original, aqui a madrasta não odeia apenas a Cinder por odiar, tem uma razão, ainda que isso não desculpe as ações dela, mesmo assim a madrasta foi uma má pessoa.

Tive sempre a sensação de que tudo tinha um propósito, estava tudo muito bem
distribuído, nunca em momento algum, tive a sensação de que o livro tinha partes só para encher ou só para manter o leitor entretido enquanto outra coisa acontecia.

Adorei as personagens, no reconto podemos ver mais do príncipe o que, outra vez, no conto original não acontecia. Foi também muito interessante ver como a Cinder convivia sabendo que ela era um cyborg. Porém, a personagem pela qual tenho um carinho especial é Iko que me deixou um pouco triste, mas não vou aprofundar o assunto, para não dar spoilers.

Outra vez, achei o final muito previsível, mas achei a ideia bastante boa. A escritora criou um mistério que acabou por não ser grande mistério. Mesmo assim estou muito ansiosa para ler o próximo livro, tenho grandes expetativas para os próximos livros.

Tudo, Tudo… e Nós – Opinião

Tudo, Tudo… e Nós – Nicola Yoon

31804840Título original: Everything Everything

Autor: Nicola Yoon

Editora: Editorial Presença

Publicação: 09-2016

Número de páginas: 320

A minha classificação: 15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n

Sinopse: “Madeline Whittier observa o mundo pela janela. Tem uma doença rara que a impede de sair de casa. Apesar disso, Maddy leva uma vida tranquila na companhia da mãe e da sua enfermeira – até ao dia em que Olly, um rapaz vestido de preto, se muda para a casa ao lado e os seus olhares se cruzam pela primeira vez. De repente, torna-se impossível para Maddy voltar à velha rotina e ignorar o fascínio do exterior – mesmo que isso ponha a sua vida em risco. Nicola Yoon escreveu um livro comovente com uma mensagem para leitores de todas as idades.”

Opinião: 

Acho que não pegaria neste livro tão cedo se não me dissessem que ia sair em filme e que o trailer já tinha saído. E estou tão feliz por ter pegado nele!

Foi um livro maravilhoso! Adorei a escrita, os personagens e a história! Primeiramente adorei a escrita, sou grande fã de contemporary YA’s mas às vezes é difícil de encontrar uma escrita que verdadeiramente me cative e esta sem dúvida alguma captou a minha atenção. A maneira de como a escritora inseriu as anotações e apontamentos da Maddy foi fantástica.

As personagens foram todas bem construídas e foi visível o desenvolvimento das mesmas ao decorrer da história. Estava à espera que a Maddy fosse uma personagem mais sensível mas ela revelou-se uma personagem bastante forte. A construção da relação dela com o Oly foi muito bem explorada e construída.

Tenho de admitir que alguns pontos da história foram bastante previsíveis, mas foi algo que não me incomodou porque tudo neste livro é tão envolvente e fantástico. Recomendo muito às pessoas que estão à procura de uma leitura rápida, porque em si o livro não é muito grande mas também é mesmo muito fácil de ler e entrar na história.

Mal posso esperar para ler mais livros da escritora, pelo que vi neste livro acho que ela tem bastante potencial tendo também em conta o hype que há à volta dos livros dela.

Coroa da Meia-Noite – Opinião

Coroa da Meia-Noite Sarah J. Maas

32968913 (1)Título original: Crown of Midnight

Autor: Sarah J. Maas

Editora: Marcador

Publicação: 11-2016

Número de páginas: 568

A minha classificação: 15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n15280906_1721920678136081_1385578121_n

Sinopse: “Num trono de vidro, governa um rei com punho de ferro e alma tão negra como o breu. Celaena Sardothien, a Assassina de Adarian, venceu uma competição violenta e tornou-se no seu campeão. No entanto, Celaena está longe de ser leal à Coroa. Ela faz a sua vigilância em segredo; sabe que o homem a quem serve está vergado ao
mal. Manter esta encenação mortífera torna-se cada vez mais difícil quando Celaena se apercebe de que não é a única que está à procura de justiça. Ao tentar desvendar os mistérios enterrados no coração do castelo de vidro, a sua relação com as pessoas que lhe são mais próximas sofre com isso. Aparentemente, todos questionam a sua lealdade — Dorian, o príncipe herdeiro; Chaol, o capitão da Guarda; e até mesmo Nehemia, a sua melhor amiga, princesa de um reino distante e com um coração rebelde. Mas numa terrível noite, os segredos que todos eles têm guardado conduzem-nos a uma tragédia indescritível. O mundo de Celaena é destruído e ela é forçada a abdicar daquilo que considera mais precioso e a decidir de uma vez por todas onde está assente a sua verdadeira lealdade… e por quem está disposta a lutar.”

Opinião: 

Quando terminei o livro Trono de Vidro, pensei que a serie não podia ficar melhor, mas estava tão enganada!

O livro superou todas as minhas expectativas. Como esperava, a história vai para um lado mais obscuro do que o primeiro livro, o que, na minha opinião, melhorou deveras a serie. Sarah J. Maas deu um grande passo com este livro, explorou muito mais as cc582ef39604584d4471f591acedfa7dpersonagens, podemos ver mais da Celeana em todos os aspetos, finalmente foi-nos mostrado mais o seu lado mortífero! Celeana foi colocada numa serie de testes e podemos ver a personagem a crescer e a mudar ao longo da história. Conseguimos ver também mais de Dorian o que não nos era permitido em Trono de Vidro.

Consegui finalmente ver o meu shippe junto, o que me surpreendeu porque não esperava que fosse tão cedo, mas não me queixo, adorei completamente!

Este livro foi um misto de emoções, porque tudo podia acontecer, nunca sabia o que esperar.

O que mais me surpreendeu no fim de tudo foi o final, não estava nem um pouco à espera, o que me está a matar porque fiquei mesmo entusiasmada para ler o resto da serie. Mal posso esperar pelo próximo!